Quantidade de Páginas visitadas

HISTÓRICO DO COLÉGIO ESTADUAL ALDO DALLAGO

Em 1961, vários elementos da nossa comunidade, liderados pelo senhor Aldo Dallago, na época secretário da Prefeitura Municipal de Ibaiti, propuseram-se a criar uma escola de 2º grau na cidade. Em 04 de abril de 1961, instalou-se o Curso Normal 2º Ciclo, mais tarde denominada Escola Normal Secundária Ney Braga, sendo autorizada seu funcionamento pela Portaria nº 1952. Em 1º de janeiro de 1962, sendo o Secretário de Educação e Cultura o senhor Mário Braga Ramos, mandou proceder a verificação prévia para efeito de funcionamento condicional do Curso Técnico de Contabilidade da Escola Técnica de Comercio Estadual de Ibaiti, com regime de externato, para freqüência mista no horário presumível de 19:30 às 22:30 horas.
Em fevereiro de 1962, pelo Decreto nº 6513, o Governador do Estado do Paraná, senhor Ney Braga e Mário Braga Ramos, Secretário da Educação e Cultura, autorizaram o funcionamento da Escola Técnica de Comércio de Ibaiti, era Prefeito Municipal o senhor Antônio Rocha da Silveira. Foi indicado como diretor o senhor Aldo Dallago, como secretária a senhora Adjanira Cordeiro, e os primeiros professores, os senhores: Aldo Dallago, Alcides Loylola, Geny Fadel Dallago, Renério Elias Leite e Samira M. Fadel. Em 20 de março de 1962, iniciaram-se as atividades escolares em uma das salas do prédio do Salão Paroquial de Ibaiti, com 28 alunos matriculados na 1ª série de Contabilidade. Aautorização de funcionamento deu-se pela Portaria nº 2216, o senhor Uilson Moacir Schenna foi designado Diretor pelo senhor Doutor Véspero Mendes, Secretário de Educação e Cultura e a senhora Adjanira Cordeiro, pela Portaria nº 252, foi designada Secretária.
Em março de 1965, o Colégio Comercial Estadual de Ibaiti foi instalado no Grupo Escolar Monteiro Lobato. Em setembro de 1969 o professor Edílson Novais Gallotti, assumiu como Diretor da escola.
Em 1970, assumiu como Diretora a Porfessora Eunice Pereira Chueiri Cattai, através da Portaria nº 9.226/70.
Em 30 de setembro de 1970, pelo Decreto nº 21.423, a Escola passou a denominar-se Colégio Comercial Estadual Aldo Dallago.
Em 08 de fevereiro de 1974, a Professora Rosélis Schenna Schimitt, foi nomeada Diretora pela Resolução nº 230/74.
Em 1975, por ordem da Secretaria de Estado da Educação e Cultura, iniciou-se um processo de unificação das duas escolas de 2º Ciclo Estaduais de Ibaiti. A esse ato de unificação deram o nome de Reordenação. Neste ano de 1975 a primeira série do 2º ciclo, tanto do Curso Comercial, quanto da Escola Normal, funcionaram a noite no prédio do então Colégio Comercial de Ibaiti. Alunos dos dois cursos assistiam juntos, aulas de disciplinas comuns e separavam-se os cursos quando lecionadas as disciplinas específicas de cada um. Essa Reordenação foi sendo gradativa, extinguindo-se conseqüentemente, também de maneira gradativa, a Escola Normal Ney Braga e o Colégio Comercial Aldo Dallago.
A escola que se formou dessa junção denominou-se: Escola Reordenada de 2º Grau Aldo Dallago, com os Cursos de Contabilidade e Magistério, pelo Decreto nº 4638 de 14 de fevereiro de 1978, assinado pelo Governador Jayme Canet Junior. Neste Decreto, em seu artigo 3º, foram declaradas vagas e a disposição da Secretaria da Educação para fins de remanejamento as funções de Diretor e Secretário da Escola Reordenada. Em 24 de abril de 1978, a Professora Hilda Bueno de Magalhães, pela Resolução nº 628/78 tomou posse como Diretora da Escola Reordenada e Adjanira Cordeiro, pela mesma Resolução tomou posse como Secretária.
Neste período, iniciou-se a instalação do Escritório Modelo e Laboratório da Escola Reordenada.
A escola solicitou aprovação de seu plano de implantação das habilitações: Técnico em Contabilidade, Magistério, Básico em Saúde e Básico em Agropecuária. Duas destas habilitações foram aprovadas provisoriamente pelo Parecer nº 221/77: Técnico em Contabilidade e Magistério. Em 25 de outubro de 1978 pelo Decreto nº 5732, a Escola passou a ser considerada Reorganizada segundo moldes da Lei 5692/71, passando a chamar-se: Colégio Aldo Dallago – Ensino de 2º Grau.
Havendo interesse em fornecer mais uma habilitação, a Diretora da época, professora Hilda Bueno de Magalhães, pleiteou por duas vezes a implantação de habilitação Básica em Saúde, embora os dois pedidos tenham sido indeferidos. Em 1979, desejando expandir a escola para suprir novas necessidades, a Diretora solicitou o funcionamento de turmas diurnas, o que foi deferido conforme processo protocolado sob nº 035699.
Em 1981, foi aprovado o projeto de implantação do Ensino de 2º Grau em Ibaiti, mantido pelo Governo do Estado com as habilitações já existentes a partir de 1978, e levanta a provisoriedade interposta pelo Parecer 221/77 do C.E.E., ficando assim definitivo o Parecer nº 194/81 e Processo nº 298/81.
Em 15 de abril de 1981, ficou reconhecido o Curso de 2º Grau Regular com as habilitações: Técnico em Contabilidade e Magistério, através da Resolução nº 3064/81.
Pela Resolução nº 2163/82 de 11 de agosto, designou-se a senhora Doracina Maria Neimann, para exercer a função de diretora, ficando dispensada a Senhora Hilda Bueno Magalhães a pedido. Pela Resolução nº 2358/82, foi indicada a nova denominação da escola: Colégio Estadual Aldo Dallago – Ensino de 2º Grau.
Em 12 de março de 1985, o Professor Edemir Gomes foi designado para exercer o cargo de Diretor pela Resolução nº 766/85.
Ainda em 1985, a Secretaria de Estado da Educação, no uso de suas atribuições legais e visando o interesse da administração na racionalização dos recursos humanos, físicos e materiais, uniu, pela Resolução 5182/85 de 02 de dezembro de 1985, a Escola Estadual Monteiro Lobato - Ensino de 1º Grau e o Colégio Estadual Aldo Dallago – Ensino de 2º Grau, ambos mantidos pelo Governo Estadual e dividindo o mesmo espaço físico, em um único estabelecimento de ensino sob a denominação de Colégio Estadual Aldo Dallago – Ensino de 1º e 2º Graus.
Em 5 de fevereiro de 1986, pela Resolução nº 470/86 e Parecer 87/86, autorizou-se a implantação gradativa do curso Propedêutico, concedido pelo prazo de dois anos. Em 1988, o Curso Propedêutico passa a receber uma nova denominação: curso de Educação Geral, que foi reconhecido pela Resolução nº 3515/88. Ainda em 1988, no dia 4 de janeiro, tomou posse a nova diretora a Senhora Rosinda Domingues Ferreira, pela Resolução 4872/87 de 23 de dezembro de 1987.
Autorizou-se o funcionamento de um Centro de Atendimento na Área de Deficiência Auditiva e Deficiência Mental, em 1988 e em 1989 passou a funcionar uma classe na Área de Deficiência Visual. A autorização de funcionamento destas classes tinha de ser renovadas a cada quatro anos.
A Senhora Adjanira Cordeiro permaneceu como secretária deste estabelecimento de ensino até 1990, quando aposentou-se passando a ocupar este cargo a Senhora Terezinha de Oliveira Pagani, designada pela Portaria 717/90 de 29 de maio de 1990.
Em 7 de janeiro de 1992, foi autorizado o funcionamento da 4ª série do curso Técnico em Contabilidade, pela Resolução 42/92, aguardando reconhecimento.
Em 1º de março de 1992, houve a municipalização do ensino de 1º Grau, sendo criada a Escola Municipal Monteiro Lobato, desmembrada do Colégio Estadual Aldo Dallago, pela Resolução nº 2916 /92, que passou a denominar-se Colégio Estadual Aldo Dallago – Ensino de 2º Grau.
A Senhora Rosinda Domingues Ferreira, permaneceu no cargo até 30 de julho de 1993, sendo substituída pela Senhora Antonia Maria Rolim Chamorro, designada pela Resolução nº 0394/93, permanecendo como Secretária a Senhora Terezinha de Oliveira Pagani.
A Senhora Antonia Maria Rolim Chamorro, exerceu a função de Diretora deste estabelecimento até dezembro de 1995, sendo sua Secretária a Senhora Ondina Fátima Azevedo de Moura., designada pela Portaria nº 235/95.
Em janeiro de 1996, foi novamente empossada como Diretora deste colégio a Senhora Antonia Maria Rolim Chamorro pela Resolução nº 00091/96 de 6 de janeiro de 1996, sendo sua Secretária a Senhora Ondina Fátima Azevedo de Moura.
Pela Resolução nº 04350/97 de 29 de dezembro de 1997 designou-se a Senhora Antonia Maria Rolim Chamorro para exercer a partir de 1º de janeiro de 1998 a função de diretora deste Colégio, permanecendo como Secretária a Senhora Ondina Fátima Azevedo de Moura.
Conforme Resolução Secretarial nº 3120/98 – D.O.E. de 11 de setembro de 1998, este colégio passou a denominar-se Colégio Estadual Aldo Dallago – Ensino Médio.
A Secretaria de Estado da Educação aconselha o encerramento dos cursos profissionais, a partir da promulgação da LDB nº 9394/96. Em agosto de 1999, pela Resolução nº 3189/99, a habilitação do Curso Técnico em Contabilidade teve suas atividades cessadas gradativamente.
Pela Resolução nº 3069/01, D.O.E. de 31/01/01, designou-se a Professora Antonia Maria Rolim Chamorro para exercer a função de Diretora deste Colégio a partir de 1º de janeiro de 2001, permanecendo com Secretária a Senhora Ondina Fátima Azevedo de Moura.
O Diretor Geral da Secretaria de Estado da Educação, no uso de suas atribuições que lhe foram delegadas pela Resolução nº 08/03 de 31 de janeiro de 2003, considerando a LDB nº 9394/96, as Deliberações nº 03/98 e 04/99, ambas do Conselho Estadual de Educação e o Parecer nº 300/04 da Coordenação de Estrutura e Funcionamento, resolve cessar definitivamente as atividades escolares da Habilitação Magistério, em 16/02/2004. A última turma de formandos deste colégio nesta habilitação aconteceu em dezembro de 2001.
A partir do ano letivo de 2004, foi implantado gradativamente o Ensino Fundamental, de 5ª a 8ª série, a autorização para o funcionamento desta modalidade é concedida pelo prazo de dois anos. De acordo com o Parecer 30352/2003 de 16/12/2003, D.O.E. de 29/01/2004, este colégio passa a denominar-se: Colégio Estadual Aldo Dallago – Ensino Fundamental e Médio.
Neste ano também tivemos o início do Curso de Formação de Docentes da Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental, modalidade Normal, Integrado, Nível Médio, destinados a egressos do Ensino Fundamental, autorizado de acordo com a Resolução 1408/05 de 16/06/05. Pelo Parecer 224/05 – do Conselho Estadual da Educação, a denominação deste estabelecimento passou a ser Colégio Estadual Aldo Dallago – Ensino Fundamental, Médio e Normal.
Pela Resolução 4254/2003 D.O.E. 23/01/04, designou-se a professora Antonia Maria Rolim Chamorro para exercer a função de Diretora deste estabelecimento de ensino a partir de 1º de janeiro de 2004, permanecendo como secretária a senhora Ondina Fátima Azevedo de Moura.
Pela Resolução 1409/05 de 01/06/05 do Conselho Estadual de Educação, foi autorizado o funcionamento do Curso de Formação de Docentes da Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Modalidade Normal, Nível Médio, destinado a egressos do Ensino Médio ou equivalente, chamado de forma simplificada de Normal Subseqüente ou Pós-Médio.
Pela Resolução 58/06 D.O.E. de 16/01/06, designou-se a Professora Antonia Maria Rolim Chamorro para exercer a função de Diretora deste Colégio a partir de 1º de janeiro de 2006, permanecendo como secretária a Senhora Ondina Fátima Azevedo de Moura até 25/04/06, quando à pedido foi substituída pela senhora Roseleide Flausino Banuth Rodrigues, nomeada pela Portaria nº 00396/06.
Em 2006, respeitando o Decreto Federal nº 5154/04, as Deliberações 02/00 e 09/05, todas do Conselho Estadual da Educação, e o Parecer nº 320/06 – DEP/SEED, foi autorizado o funcionamento do Curso Técnico em Administração – Área Profissional de Gestão, Integrado ao Ensino Médio, com oferta presencial. De acordo com a Resolução 3123/06 D.O.E. de 17/07/06 o colégio passa a denominar-se: Colégio Estadual Aldo Dallago – Ensino Fundamental, Médio, Normal e Profissional. A partir desta Resolução este colégio fica credenciado para ofertar cursos de Educação Profissional (Parecer 0320/2006 – DEP).





Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito